Compra de seguidores: Descubra a ferramenta que dedura influenciadores

Se você é influenciador digital e compra seguidores, cuidado. Já existe uma ferramenta pela qual é possível descobrir se você compra seguidores ou não, nas suas redes sociais.

Já vou te contar como funciona essa ferramenta e não sei se você é acha que é bacana comprar seguidores, curtidas ou até comentários em qualquer rede social ou se participa de algum grupo de curtidas…

Eu não acho legal, por alguns motivos que vou te contar aqui, nesse texto. Mas esse post não é um julgamento e sim um alerta, um sinal vermelho, um aviso de que você está correndo risco de queimar o que tem de mais precioso como influenciador digital.

Fiz um post sobre isso no meu perfil para influenciadores digitais, o @digitalfashion_ e algumas pessoas não entenderam. Foi quando ganhei meus primeiros haters. (risos)

banner webinario

Mas por que não comprar seguidores?

Primeiro, por causa daquele velho ditado: não faça com os outros, o que você não quer que façam com você. Se você decidisse contratar uma empresa, você gostaria de ser enganado?

Ok, vamos ao segundo motivo. Começou assim, alguns influenciadores digitais compraram seguidores e afins, fecharam parcerias (pagas ou não) e… obviamente, não deram resultado.

Desconfiados, os parceiros (agências, principalmente) começaram a investigar. Descobriram os grupos de curtidas e esse mercado negro de venda de “influência digital”. Com isso, começaram a se multiplicar nas redes sociais, posts de gente inconformada com sua descoberta.

Nos Estados Unidos, foi feito inclusive um experimento, no qual foram criados três perfis falsos e algumas marcas chegaram a fechar parceria com esses influenciadores que nem existiam.

O dinheiro foi devolvido e a agência explicou que o objetivo era trazer essa discussão à tona… mas, até aí, o estrago já estava feito. (Leia sobre o assunto aqui.)

Recentemente, a revista Veja publicou uma reportagem revelando todos os bastidores dos grupos de curtidas, com o relato de uma influenciadora digital que cansou da brincadeira (leia aqui) e outra sobre a compra de seguidores e afins (leia aqui).

Agora, imagine a vontade das empresas contratarem influenciadores digitais, depois desses posts, textos, experimentos e reportagens? Imagine se empresas que nunca trabalharam com influenciadores digitais terão coragem de arriscar depois de ler tudo isso?

E como funciona a ferramenta de dedura a compra de seguidores?

A ferramenta se trata de um site, chamado Social Blade (clique aqui para acessar). Ele informa as estatísticas de usuários do Instagram, YouTube e outras redes sociais diariamente.

Daí, se o seu crescimento é de, em média, 10 usuários por dias, só para usar um número de exemplo, e você cresce 1000 seguidores num dia – ou seja, se você tem picos muito elevados e fora da média do seu crescimento padrão – fica evidente que você está comprando seguidores.

Vamos combinar, difícil uma colab ou sorteio, ou desafio que consiga gerar esse nível de crescimento desproporcional…

Além do quê, a pessoa, agência, empresa, vai ao seu perfil e pode checar se houve alguma ação  diferente pra gerar esse resultado. E, daí, se isso acontece de novo e de novo e de novo… Bem, aí a desconfiança vira certeza. 🙁

Aqui entre nós, ninguém precisa saber se você já participou de grupos de curtidas ou de compra de seguidores. Mas minha sugestão: não corra o risco de queimar seu nome, sua marca, combinado? 😉

 

E se você quiser saber como acelerar sua carreira de influenciadora digital, pode baixar meu ebook gratuito “7 Segredos Para Rentabilizar Como Influenciadora Digital”, no botão abaixo!

QUERO BAIXAR O EBOOK GRATUITO

Espero que tenha gostado das dicas. Um beijo e até mais!

Dani Almeida
Jornalista, Consultora de Imagem e Influenciadora Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *